Início » Vida » Saúde » Lâmpadas eletrônicas podem ser prejudiciais à saúde
Estudo

Lâmpadas eletrônicas podem ser prejudiciais à saúde

Um documento divulgado pela associação Britânica para Enxaqueca aponta um possível elo entre enxaquecas e convulsões e o uso das lâmpadas eletrônicas. O estudo surge em meio a propostas do governo de extinção das lâmpadas comuns até o ano de 2011.

As lâmpadas eletrônicas, diferentemente das tradicionais, apresentam uma luz que cicla em freqüências muitas altas — "piscando" em uma velocidade que normalmente não é percebida pelo olho humano. O problema é que certas pessoas seriam sensíveis a essas freqüências de oscilação da luz, podendo assim deflagrar crises de enxaqueca ou convulsões.

As lâmpadas eletrônicas se tornaram um sucesso por causa da economia no gasto de energia, pesando menos na matriz energética mundial. Os modelos atuais são quatro vezes mais eficientes e duram dez vezes mais do que as lâmpadas incandescentes.

Fontes:
G1 - Lâmpadas eletrônicas podem causar enxaquecas e convulsões, diz associação

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *