Início » Vida » Saúde » Lista: trocas na alimentação que fazem bem à saúde
Saúde

Lista: trocas na alimentação que fazem bem à saúde

Nutricionista diz que substituir o pão francês pelo integral e o sal marinho por especiarias é uma opção mais saudável para o corpo.

Lista: trocas na alimentação que fazem bem à saúde
Alguns alimentos merecem preferência

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Que dieta rigorosa é difícil e chato de fazer, todo mundo sabe. Mas o que muitos não conhecem é o bem que algumas trocas fazem à saúde. Seja por controlar o colesterol, ou por combater bactérias, alguns alimentos merecem a preferência na hora das refeições. A nutricionista Viviah Andrade explicou porque algumas trocas valem à pena.

PÃO FRANCÊS           X                PÃO  INTEGRAL

“O pão integral é um alimento rico em fibras e nutrientes. Com ele, a sensação de saciedade vem antes do normal e, por isso, a pessoa come menos quantidade”, explica a especialista. Além disso, a fibra serve de alimento a bactérias que moram no intestino. Algumas dessas bactérias fabricam mais propionato, uma substância que, ao chegar no fígado, diminui a produção de colesterol.

SAL                                X             ESPECIARIAS

De acordo com Viviah, o sal marinho, o sal natural, se usado moderadamente, não faz mal à saúde. No entanto, as especiarias, além de temperarem, são responsáveis por ações terapêuticas. Elas controlam o colesterol e algumas têm poder contra a oxidação.

MANTEIGA                   X                MARGARINA

Ainda há controvérsias entre os especialistas quanto à escolha entre os dois alimentos. Quando o assunto é a manutenção de artérias saudáveis, a margarina é melhor, porque é feita com gordura vegetal, e não com a animal, que aumenta os níveis de colesterol. Porém, a nutricionista Viviah Andrade explica que a margarina também não é o ideal. “Margarina não é bom porque é uma gordura vegetal hidrogenada. O melhor é a manteiga clarificada, que passa por uma separação.” Clarificar a manteiga significa separar a gordura (de coloração amarela) dos sólidos e líquidos incorporados durante o seu preparo.

CEBOLA BRANCA         X        CEBOLA ROXA

A cebola roxa tem baixo valor calórico, é rica em minerais e vitamínicos, além de cálcio e magnésio. Enquanto a cebola branca também apresenta alto valor nutriente, a diferença entre elas está na diminuição da gordura no sangue, responsável pelo pigmento chamado antocianina. A substância inibe uma enzima que participa da síntese de colesterol no fígado, além de aumentar sua eliminação do organismo. Para Viviah, o ideal é a cebola orgânica. “Ela tem uns antibióticos naturais que combatem as bactérias.”

SUCO DE LARANJA                   X        SUCO DE UVA

Segundo a especialista, o suco de uva apresenta mais fitoterápicos. Com ele, é possível aumentar o colesterol bom (HDL) e diminuir o ruim (LDL). O suco de laranja, por sua vez, é responsável apenas por enriquecer os níveis de vitamina C do organismo.

Viviah Andrade ainda dá mais sugestões de trocas benéficas. Segundo ela, é bom substituir o frango caipira, que fica em granjas, pelo orgânico. Além disso, alguns cortes de carne vermelha são menos prejudiciais do que outros. “Picanha e maminha podem ser trocados por músculos, que são ricos em colágeno, ou pelo filé mignon, que tem menos colesterol e gordura saturada.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. andre becker(Santos/SP) disse:

    TENHO 46 ANOS
    E SEMPRE SE COMEU DE TUDO
    HOJE TUDO É PROBLEMA, SÓ QUE SE NÃO FOR O QUE SERIA DOS NUTRICIONISTAS?

    SO NOS RESTA COMER FRANGO E ARROZ COM ALFACE. E BEBER AGUA(CHEIA DE CLORO)

    GENTE COMAM POIS É UNICA COISA QUE RESTA .

    AH E ANULEM SEU VOTO

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *