Início » Internacional » Noruega estuda prescrever heroína gratuita para usuários
SAÚDE

Noruega estuda prescrever heroína gratuita para usuários

Noruega pretende testar um projeto piloto de ajuda aos usuários de heroína em 2020

Noruega estuda prescrever heroína gratuita para usuários
A Noruega tem uma das taxas de mortalidade por overdose mais elevadas na Europa (Foto: Pixabay)

A Noruega, que registra uma das maiores taxas de overdose fatais na Europa, irá testar a prescrição de heroína gratuita aos usuários mais dependentes, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida deles, anunciou o governo no início de agosto.

O Departamento Norueguês de Saúde e Assuntos Sociais está encarregado de apresentar um projeto experimental para identificar pessoas que poderiam se beneficiar com o programa de assistência aos usuários de heroína, e analisar como aplicá-lo e calcular os custos.

“O governo espera que esse projeto ajude a encontrar uma solução para proporcionar uma qualidade de vida melhor a alguns usuários mais marginalizados, que não se beneficiam com os programas atuais”, escreveu o ministro da Saúde, Bente Hoie, em sua página do Facebook.

A Noruega tem uma das taxas de mortalidade por overdose mais elevadas na Europa, com 81 mortes por um milhão de habitantes em 2015, após a Estônia com 132 mortes e a Suécia com 88 mortes por um milhão de habitantes, segundo o Observatório Europeu da Droga e da Toxico dependência.

Adotado ou testado na Suíça, Holanda e Dinamarca, o uso medicinal da heroína é controverso, mas os que o apoiam alegam que a medida, além de melhorar a qualidade de vida dos usuários, reduz a taxa de mortalidade e de criminalidade.

De acordo com o Ministério da Saúde, o programa de prescrição gratuita de heroína será testado em 2020. A iniciativa beneficiará cerca de 400 usuários, segundo o jornal Aftenposten.

Fontes:
The Guardian- Norway trials free heroin prescriptions for most serious addicts

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *