Início » Economia » Internacional » Nova máquina promete substituir anestesistas
Tecnologia

Nova máquina promete substituir anestesistas

Anestesistas fizeram lobby contra ela durante anos, argumentando que nenhuma máquina poderia replicar as suas competências

Nova máquina promete substituir anestesistas
A implantação da máquina foi deliberadamente cautelosa (Foto: Wikimedia)

A máquina de anestesia Sedasys está só começando, mas talvez, um dia ela substitua os anestesistas. Esta máquina lidera a onda de automação que pode transformar hospitais assim como a tecnologia mudou as fábricas de automóveis. Mas este aparelho não quer apenas substituir o trabalho de pessoas em um hospital, mas alcançar uma das especialidades médicas mais bem pagas, fazendo com que este processo seja mais intrigante ou alarmante, dependendo do ponto de vista.

Atualmente, apenas quatro hospitais nos Estados Unidos estão usando essa máquina. A fabricante Johnson & Johnson só implementou o primeiro tipo dessa máquina recentemente, apesar de ganhar aprovação da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, sigla em inglês) em 2013. Afinal, a implantação foi deliberadamente cautelosa para um dispositivo que parece ser o futuro na área da saúde.

Os anestesistas, por sua vez, tentaram parar a Sedasys. Eles fizeram lobby contra ela durante anos, argumentando que nenhuma máquina poderia replicar as suas competências ou lidar com uma emergência, se algo desse errado. Eles disseram que colocar alguém para dormir é uma arte. Muito pouca sedação e o paciente sente dor. Muita sedação e o paciente morre. A anestesiologia requer quatro anos de formação após a universidade, o que significa que as carreiras devem começar quando os médicos estão na faixa dos 30 anos. Esta é uma das razões para que o salário médio da profissão seja de US$ 277 mil por ano, segundo a empresa de pesquisa PayScale.

Primeiramente, a FDA rejeitou a máquina por preocupações com a segurança. Mas a Johnson & Johnson, que começou a trabalhar no dispositivo em 2000, ganhou a aprovação ao concordar em ter um médico anestesista ou enfermeiro de plantão em caso de emergência, além de restringir o uso do aparelho apenas para exames simples, como colonoscopias e endoscopias em pacientes saudáveis.

“A indicação é muito restrita, o que conforta os anestesistas”, disse Paul Bruggeman, o gerente-geral da máquina na fabricante.

Mas esse conforto pode durar pouco tempo. Máquinas mais avançadas estão a caminho . Pesquisadores da University of British Columbia, em Vancouver, estão testando um dispositivo que pode automatizar totalmente a sedação em complicadas cirurgias no cérebro e no coração, mesmo em crianças.

Fontes:
The Washington Post-New machine could one day replace anesthesiologists

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Para os ricos, sempre será mais confortável pagar para ter um anestesiologista a sua disposição durante uma cirurgia, mas, para quem não tem plano de saúde, poder diminuir em 30 ou 40% o custo de uma cirurgia, certamente será uma opção.
    No Brasil, com todos os entraves para importações (o Cofins para importações será aumentado na semana próxima) certamente será mais barato ter a assistência de um anestesiologista.
    Viver no país mais feliz do planeta certamente tem os seus custos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *