Início » Vida » Saúde » Novas regras para publicidade de alimentos pobres em nutrientes
Primeiro a saúde

Novas regras para publicidade de alimentos pobres em nutrientes

O novo regulamento, que vale para alimentos com alta quantidade de açúcar, gordura saturada, gordura trans e sódio, foi divulgado no Diário Oficial da União nesta terça-feira, 29.

Novas regras para publicidade de alimentos pobres em nutrientes
Publicidade de alimentos pobres em nutrientes deverão vir com alerta

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A partir de agora, as peças publicitárias de alimentos pobres em nutrientes deverão conter um alerta sobre os riscos à saúde. O novo regulamento, que vale para alimentos com alta quantidade de açúcar, gordura saturada, gordura trans e sódio, foi divulgado no Diário Oficial da União nesta terça-feira, 29. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, também incluiu nas novas regras bebidas com baixo teor nutricional.

O anúncio incluído nas propagandas deverá alertar para os riscos à saúde provocados pelo consumo excessivo das substâncias em questão. Elas devem informar, por exemplo, que a ingestão de alimentos com muita gordura trans eleva as chances de doença do coração. No caso da gordura saturada, o aumento do risco de diabetes também deve ser destacado. Já com doenças do coração e pressão alta, o vilão é o sódio.

A adoção do regulamento obedeceu o objetivo de coibir práticas excessivas que levem o público, em especial o infantil, a padrões de consumo incompatíveis com a saúde e que violem o direito à alimentação adequada.

Refrigerantes, refrescos artificiais e bebidas ou concentrados para o preparo de bebidas à base de xarope de guaraná ou groselha e chás prontos para o consumo fazem parte dos alimentos com baixo teor nutricional. Bebidas que atuem como estimulantes do sistema nervoso central também foram adicionadas.

Leia mais:

Alimentos saudáveis podem trazer doenças

A maior empresa de alimentos do mundo investe em saúde

Ortorexia, a obsessão por uma alimentação saudável

Fontes:
Agência Brasil - Anvisa regulamenta publicidade de alimentos e bebidas pobres em nutrientes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Vera Lucia disse:

    Esse alimentos realmente fazem muito mal para a saúde; devemos valorizar a VIDA em todos os sentidos…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *