Início » Vida » Saúde » O consumo desenfreado de sal
Combate à hipertensão

O consumo desenfreado de sal

Limite aceitável de sal nas cartilhas médicas vai passar para 5 gramas diários

O consumo desenfreado de sal
A ingestão mundial de sal per capita chega, em média, a 10 gramas diários

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Embora a quantidade necessária de sal para que todas as funções do mineral funcionem perfeitamente no organismo seja de apenas 1,2 grama diário, o limite aceitável nas cartilhas médicas subiu para até 6 gramas, a fim de atender o paladar desenvolvido na sociedade industrial.

O problema é que mesmo 6 gramas diários de sal nem sempre satisfazem a maioria das pessoas. A ingestão mundial de sal per capita chega, em média, a 10 gramas diários. Entre os brasileiros, essa média é de 12 gramas de sal por dia.

Recomendações mais rigorosas

Mas o limite de sal recomendado pelos médicos vai ficar ainda mais rigoroso. A partir desta semana, as sociedades brasileiras de cardiologia, nefrologia e hipertensão apresentarão novas diretrizes em relação ao consumo de sal. O limite aceitável de sal passará a ser de, no máximo, 5 gramas por dia.

Esse limite foi sugerido pela OMS em 2005. Um estudo publicado em fevereiro em uma revista norte-americana revelou que a redução do consumo de 6 gramas de sal por dia para 5 evita 10% das mortes por doenças cardiovasculares, principalmente infarto e derrame.

Depois da genética, o consumo excessivo de sal é o principal fator para a pressão alta.

Leia mais:

Cortar bebidas açucaradas ajuda a evitar a hipertensão

Dicas sobre consumo de sal no Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

Fontes:
Revista Veja - Saúde: Quando menos é mais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *