Início » Vida » Saúde » O que fazer quando o câncer de mama coincide com a gravidez?
Ciência e Saúde

O que fazer quando o câncer de mama coincide com a gravidez?

Em 1943, médicos norte-americanos concluíram que a gravidez impossibilitava a retirada do tumor. Dez anos mais tarde, o aborto foi considerado inevitável para uma mulher doente, e se acreditava inclusive que aumentava a sobrevida da paciente. Mas desde então o tratamento contra o câncer de mama evoluiu bastante.

Hoje, inúmeras pesquisas indicam que o aborto não adianta nada para uma mulher grávida. O câncer de mama é o tipo mais comum diagnosticado durante a gravidez. A taxa de mulheres grávidas que ao mesmo tempo são diagnosticadas com a doença é de apenas uma em cada mil, mas está aumentando.

Estudos revelam que as mulheres que dão à luz pela primeira vez quando são mais jovens têm menos chances de desenvolverem câncer de mama. Mas, como cada vez mais as mulheres têm seu primeiro filho na faixa dos 30 e 40 anos, as chances de elas desenvolverem câncer de mama durante a gravidez são maiores.

Apenas 2% dos casos de câncer de mama ocorrem em mulheres com menos de 35 anos, mas uma em cada cinco mulheres com idades entre 35 e 49 anos é diagnosticada com a doença. Nesta faixa etária é mais provável que o câncer coincida com a gravidez.

Fontes:
Guardian - Pregnant, two kids under five... and cancer. What would you do?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *