Início » Internacional » OMS inclui síndrome de burnout em lista oficial de doenças
SAÚDE

OMS inclui síndrome de burnout em lista oficial de doenças

É a primeira vez que o esgotamento profissional é reconhecido como uma doença na lista da Organização Mundial da Saúde

OMS inclui síndrome de burnout em lista oficial de doenças
A principal causa da síndrome de burnout é o excesso de trabalho (Foto: PxHere)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu nesta segunda-feira, 27, a síndrome de burnout na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-11). A lista entra em vigor em janeiro de 2022.

Também conhecida como “esgotamento profissional”, a síndrome de burnout se caracteriza pela sensação de esgotamento ou sentimentos negativos em relação ao trabalho profissional. De acordo com a OMS, a doença é uma “síndrome resultante de um estresse crônico no trabalho”.

“É a primeira vez que o esgotamento profissional entra na classificação”, destacou o porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic.

Segundo o Ministério da Saúde, a principal causa da doença é o excesso de trabalho. A Pasta explica que os profissionais mais assolados pela síndrome são médicos, enfermeiros, professores, policiais, jornalistas, entre outros, que lidam com pressão diariamente.

“Essa síndrome pode resultar em estado de depressão profunda e por isso é essencial procurar apoio profissional no surgimento dos primeiros sintomas”, explica o Ministério da Saúde. Entre os principais sintomas estão cansaço excessivo, dores de cabeça constante, alteração no apetite, pressão alta, fadiga, insônia e problemas gastrointestinais.

O tratamento, normalmente, é feito a partir de psicoterapia, mas pode envolver medicamentos prescritos por médicos, e costuma durar entre um e três meses. Mudanças no estilo de vida, nos hábitos e atividades físicas regulares são recomendados para lidar com a síndrome.

Leia também: Culto exagerado à alegria transforma funcionários em robôs

Fontes:
Quartz-Burnout is making us worse at our jobs, according to the WHO
El País-El ‘burnout’ o síndrome del trabajador quemado entra en la clasificación de enfermedades de la OMS
G1-OMS define síndrome de burnout como 'estresse crônico' e a inclui na lista oficial de doenças

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *