Início » Vida » Ciência » OMS orienta todos os homens gays a tomar antirretrovirais
'grupo de risco'

OMS orienta todos os homens gays a tomar antirretrovirais

Recomendação da entidade é fruto do aumento mundial da taxa de infecção do HIV entre homens gays

OMS orienta todos os homens gays a tomar antirretrovirais
Acesso aos remédios que auxiliam os portadores da AIDS a viver diminuiu o medo do contágio entre os jovens (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O uso de medicação antirretroviral e de preservativos entre homens que têm relação sexual com indivíduos do mesmo sexo foi sugerido, pela primeira vez, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O pronunciamento da entidade foi realizado por conta das crescentes taxas de infecção, em todo o mundo, do HIV entre homossexuais.

De acordo com a OMS, a medicação funcionaria como um meio de prevenir o contágio. Segundo a organização, a utilização de um comprimido, combinado com outros dois antirretrovirais, deveria ser feita junto com o uso de preservativos e diariamente.  A OMS afirma que, com esse hábito, a incidência do HIV entre os homens diminuiria entre 20% e 25%, evitando um aumento desproporcional da doença na próxima década.

Essa recomendação não está restrita a homens que fazem sexo com outros homens. Outros grupos de alto risco, como transsexuais, prisioneiros, pessoas que usam drogas injetáveis e prostitutas, que correspondem a metade do número de novas infecções da doença pelo mundo, também devem fazer o uso da medicação.

De acordo com a OMS, os integrantes desses grupos são os que têm menos acesso aos serviços de saúde pública, seja por conta da criminalização ou pelo estigma que sofrem, tornando-os mais temerosos em procurar ajuda, mesmo quando ela está disponível.

O chefe do departamento de HIV da entidade, Gottfried Hirnschall, afirmou que as taxas de infecção entre os homossexuais estão aumentando novamente. Um dos motivos para esse aumento, segundo o pesquisador, é a diminuição do medo de contrair a doença pelos jovens. Isso é proporcionado pelo acesso aos remédios já fabricados que permitem o tratamento da doença pelos portadores da AIDS.

Fontes:
O Globo-OMS recomenda que todos os 'homens que fazem sexo com homens' tomem antirretrovirais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *