Início » Notícia » Outro bom motivo para comer menos carne
SAÚDE

Outro bom motivo para comer menos carne

Todas as recentes pandemias de gripe foram transmitidas aos humanos por animais domesticados para consumo

Outro bom motivo para comer menos carne
Em sistemas de criação modernos, os animais são aglomerados e confinados, facilitando a propagação de vírus (Foto: Wikipédia)

Nos últimos dez anos, muitas organizações vêm recomendando uma redução coletiva no consumo de carne como forma de desacelerar o aquecimento global, já que a pecuária é uma das principais emissoras de gases do efeito estufa.  Mas o clima não é o único motivo para apoiar o cerco ao churrasco. Segundo novos estudos, a redução no consumo de carne pode afastar outra grande ameaça contemporânea: as pandemias globais de gripe.

No início de junho, um mercado de aves em Hong Kong testou positivo para o vírus influenza H7N9, levando ao fechamento do mercado e a destruição de milhares de aves. Em abril, vários casos da mesma gripe foram confirmados em humanos no leste da China, sugerindo que o vírus havia feito a transição de animais para humanos, uma pré-condição para o aparecimento das pandemias.

Os vírus da gripe são, em grande parte, de origem animal, e sua trajetória de casos isolados a pandemias requer, a princípio, a transmissão de animais para humanos. Aliás, todas as pandemias de gripe do século passado originaram em animais, principalmente aves e suínos.

Hoje, as condições globais favorecem a propagação de vírus de uma forma sem precedentes. A população humana aumentou para mais de 7,3 bilhões e está em vias de atingir 9,7 bilhões até 2050. O aumento da população e da riqueza mundial leva ao aumento da demanda por proteína animal. Entre 2000 e 2030, a demanda por carne de porco e de aves deve saltar para 150% e 200%, respectivamente, no sudeste asiático, por exemplo.

Para alimentar essa demanda, o mundo está produzindo mais animais a um ritmo mais rápido do que em qualquer outro momento na história da domesticação animal. Isso coloca mais pessoas em contato direto com os animais que transmitem novos vírus da gripe. O agricultor tende a porcos doentes e o açougueiro abate frangos infectados em um mercado aberto, onde dezenas de pessoas transitam, cada um deles uma oportunidade para o vírus da gripe se propagar.

Fontes:
Slate - An Influenza Pandemic Is Brewing. Could We Pre-empt It?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. helo disse:

    Peixes com mercúrio em alto-mar, crustáceos com colesterol, pesticidas nos vegetais, vírus novos advindos dos desmatamentos, ainda bem que tem gente estudando isso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *