Início » Notícia » Países tropicais correm risco de novo surto de malária
saúde

Países tropicais correm risco de novo surto de malária

Estudo mostra que regiões tropicais de altitude elevada, antes consideradas livres da doença, podem sofrer com surto à medida que a temperatura global aumenta

Países tropicais correm risco de novo surto de malária
Mosquito transmissor da malária começou a migrar para regiões mais altas (Reprodução/G1)

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Michigan, EUA, mostra que países tropicais da África e da América do Sul correm risco iminente de aumento no número de casos de malária, especialmente em regiões de altitude elevada, que antes eram consideradas mais seguras.

Segundo os pesquisadores, o aumento da temperatura previsto para os próximos anos fará o número de casos de malária disparar em tais países. “O impacto em termos de aumentar o risco de exposição à doença é muito grande”, disse a professora Mercedes Pascual, líder do estudo.

De acordo com o estudo, áreas tropicais de baixa altitude sempre foram mais vulneráveis ao desenvolvimento da doença. Isso porque o ar frio dificulta a cópula do mosquito transmissor da doença. “O risco da doença diminui com a altitude e é por isso que, historicamente, as pessoas se instalaram nessas regiões mais altas”, disse Mercedes.

Contudo, após analisar registros de casos de malária coletados entre 1995 e 2005, os pesquisadores descobriram que essa tendência mudou. À medida que a temperatura global aumentou, o mosquito transmissor da malária começou a migrar para regiões mais altas.

Os pesquisadores acreditam que essa mudança pode causar um surto de malária nessas regiões nos próximos anos. “Nós estimamos que, com base na distribuição da malária com a altitude, uma elevação 1º C da temperatura pode levar a um adicional de três milhões de casos em crianças menores de 15 anos de por ano”, explica Mercedes. O estudo foi publicado na revista especializada Science.

Fontes:
BBC-Malaria 'spreading to new altitudes'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *