Início » Vida » Saúde » Pesquisa revela que o vírus da gripe também está nos utensílios domésticos
Saúde

Pesquisa revela que o vírus da gripe também está nos utensílios domésticos

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cientistas americanos realizaram uma pesquisa, divulgada em uma conferência sobre doenças infecciosas nos EUA, e comprovaram que objetos domésticos, como controle remoto e maçanetas, também são hospedeiros comuns do vírus da gripe.

Foram examinadas 30 casas, e o rinovírus — como é chamado o vírus da gripe — estava presente em 42% dos utensílios analisados.

De acordo com os especiaistas, o vírus sobrevive até dois dias em superfícies. O estudo provou que que espirros e tosses não são a única forma de transmissão da gripe. Além disso, a pesquisa mostrou que o vírus estava nas pontas dos dedos de quatro dos 30 voluntários analisados, 30 minutos após terem tocado em superfícies contaminadas.

Fontes:
BBC Brasil - Utensílios domésticos hospedam vírus da gripe, diz estudo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    Puxa vida, o jeito é lavar as mãos cada vez que encostar em qualquer coisa? Esse vírus da gripe é realmente terrível.

  2. EDVALDOTAVARES disse:

    VÍRUS – O FLUIDO VENENOSO. Ser diminuto, estruturalmente muito simples, incapaz de sobreviver e reproduzir fora do ambiente celular, o vírus, termo originário do latim, tem o significado, além de fluido venenoso, o de toxina. Perdura no meio científico a dúvida em considerá-lo, sem atividade metabólica quando fora da célula parasitada, como ser vivo ou não. Em exercício da imaginação, para que os vírus fossem exterminados haveria a necessidade da extinção de qualquer tipo de vida terrestre. A influenza, gripe, é causada por um vírus dotado de alta capacidade de promover pequenas alterações antigênicas, isto é, alterações estruturais que podem desencadear reações de defesa no organismo à sua presença no interior da célula. Sob condições favoráveis, não é estranha a presença desses vírus nos objetos de uso constante dos humanos, conforme relatado no artigo. O ambiente frio e seco no inverno de regiões temperadas contribui para a disseminação e sobrevivência viral, facilitando o surgimento de epidemias. Penso que a popularização desse conhecimento associada à campanha de divulgação de medidas preventivas, sejam as melhoras medidas para a prevenção da aquisição da doença. BRASIL ACIMA DE TUDO. EDVALDOTAVARES. MÉDICO. BRASÍLIA-DF.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *