Início » Vida » Saúde » Poluição ameaça reprodução humana
Pesquisa

Poluição ameaça reprodução humana

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Pisa, na Itália, com 10 mil homens durante 30 anos revelou que houve uma diminuição no número de espermatozóides, principalmente entre os que vivem em grandes centros urbanos e zonas mais poluídas.

A quantidade de espermatozóides contidos em 1 mililitro de esperma diminuiu nos últimos 30 anos, passando de 71 milhões para 60 milhões. Além disso, na década de 70, 50% dos espermatozóides se movimentavam com rapidez. Trinta anos depois, esse percentual caiu para 32%.

Segundo o coordenador do estudo, professor Fabrizio Menchini Fabris, isso é preocupante e tem repercussão na capacidade de fecundar, mas não se sabe em que percentual.

Fontes:
BBC Brasil - Poluição reduz número e velocidade de espermatozóides, diz estudo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Vasco A. Duval disse:

    Vou-me embora para Passargada.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *