Início » Brasil » Quase 60% dos brasileiros são contra mudanças na lei do aborto
PESQUISA DATAFOLHA

Quase 60% dos brasileiros são contra mudanças na lei do aborto

Nova pesquisa Datafolha mostra que maioria dos brasileiros está satisfeito com a atual legislação sobre o aborto

Quase 60% dos brasileiros são contra mudanças na lei do aborto
Ademais, 58% dos brasileiros acreditam que a mulher que aborte deve ir pra cadeia (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Uma nova pesquisa do Datafolha sobre o aborto mostrou que 59% dos brasileiros defendem que a legislação sobre o tema continue da forma que está. A pesquisa foi divulgada nesta quarta-feira, 22, semanas após a audiência pública sobre a descriminalização do aborto promovida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na legislação atual, o aborto é permitido quando a gravidez é resultado de um estupro, quando há risco de morte para a gestante e quando o feto é anencéfalo – esta última é baseada em um entendimento do STF, não estando prevista em lei.

Apesar dos casos previstos em lei, as mulheres ainda encontram muito preconceito quando tentam abortar, mesmo nos casos que a legislação permite. Na audiência pública do dia 6 de agosto, a advogada Eleonora Rangel Nacif, representante do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim), revelou que muitos médicos se negam a fazer o procedimento por medo de serem criminalizados pela categoria.

A pesquisa revelou ainda que apenas 14% dos brasileiros desejam que o aborto seja totalmente descriminalizado. Já outros 13% querem que o aborto seja permitido em mais situações; 10% dos entrevistados deram outras respostas e 4% não souberam responder.

Ademais, a análise do Datafolha mostra ainda que 58% dos brasileiros acreditam que a mulher que pratica o aborto deve ser processada e ir para a cadeia. Outros 33% não acham que a mulher deveria ser criminalizada de forma alguma, enquanto 8% não souberam responder.

A nova pesquisa do Datafolha foi feita entre os dias 20 e 21 de agosto, entrevistando 8.433 pessoas em 313 municípios brasileiros. Todos os entrevistados tinham 16 anos ou mais. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com um nível de confiança de 95%.

Consulta pública do Senado

Uma consulta pública ainda ativa no portal e-Cidadania, do Senado Federal, questiona o público sobre a Sugestão Legislativa (SUG) 15/2014, que legaliza o aborto voluntário pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nas 12 primeiras semanas de gestação. Até o momento 706.095 votos foram contabilizados, sendo 349.408 a favor da legalização do aborto e 356.687 contrários a prática.

 

Leia também: Os principais pontos do primeiro dia da audiência sobre o aborto
Leia também: STF abre audiência pública sobre o aborto
Leia também: Consulta pública sobre legalização do aborto divide opiniões

Fontes:
G1-Pesquisa Datafolha: 59% dos brasileiros são contrários a mudanças na atual lei sobre o aborto

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *