Início » Internacional » Remédio para osteoporose pode ser a chave para a cura da calvície
ESTUDO

Remédio para osteoporose pode ser a chave para a cura da calvície

Segundo dados da OMS, a calvície atinge metade dos homens até os 50 anos

Remédio para osteoporose pode ser a chave para a cura da calvície
Um ensaio clínico ainda será necessário para garantir que o tratamento é eficaz (Foto: PxHere)

Um remédio inicialmente desenvolvido para tratar a osteoporose pode ser eficaz contra a calvície. A descoberta foi feita pela equipe do Centro de Dermatologia da Universidade de Manchester, no Reino Unido, e publicada na revista científica PLOS Biology na última terça-feira, 8.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a calvície atinge metade dos homens até os 50 anos. A perda de cabelo pode levar com que as pessoas desenvolvam sérios problemas psicológicos.

De acordo com os cientistas da Universidade de Manchester, que estão sendo liderados por Nathan Hawkshaw, a droga WAY-316606 foca na inibição da proteína SFRP1, que interrompe o crescimento capilar e contribui para o desenvolvimento da calvície.

A droga foi encontrada devido aos seus atributos semelhantes com a Ciclosporina A, que foi desenvolvida nos anos 1980 para impedir rejeição a órgãos transplantados e reduzir os sintomas de doenças autoimunes. A Ciclosporina A, que estava sendo testada inicialmente, até reduzia as atividades da proteína SRFP1, mas seus efeitos colaterais a tornaram inadequada para a sequência do estudo, fazendo com que os cientistas partissem para a WAY-316606.

Já no início dos testes, o sucesso foi notado. Durante seis dias, os cientistas aplicaram o medicamento em folículos capilares doados por 40 pacientes que passaram por transplante de cabelos. Os folículos rapidamente entraram em fase ativa e o cabelo começou a crescer.

Para Hawkshaw, os mais de 40 folículos capilares doados foram o grande diferencial para o sucesso do estudo. Isso porque, de acordo com o cientista, a maioria das pesquisas capilares usa apenas a cultura celular como base para os seus estudos.

Mesmo com o resultado animador, Hawkshaw garante que um ensaio clínico mais detalhado ainda é necessário para garantir que o tratamento seja eficaz e não tenha efeitos colaterais prejudiciais às pessoas.

“O fato de este novo agente, que nunca havia sido considerado em um contexto de perda de cabelo, promover o crescimento do cabelo humano é excitante por causa de seu potencial de translação: ele pode um dia fazer uma diferença real para pessoas que sofrem de perda de cabelo. “, afirmou o cientista.

Atualmente, existem apenas dois medicamentos no mercado para tratar a calvície – além da possibilidade do transplante de cabelo. O minoxidil pode ser usado por homens ou mulheres, enquanto a finasterida é voltada apenas para os homens. No entanto, ambos os tratamentos apresentam efeitos colaterais e não são tão eficientes.

 

Leia também: Pesquisa descobre a ‘cura’ dos cabelos brancos e grisalhos
Leia também: Sete formas de evitar a queda de cabelo

Fontes:
Manchester University-Fringe benefits: drug side effects could treat human hair loss
BBC-Cura para calvície pode estar próxima, mostra novo estudo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *