Início » Internacional » Transplante de coração de porcos para humanos pode ocorrer ‘em três anos’
SAÚDE

Transplante de coração de porcos para humanos pode ocorrer ‘em três anos’

Expectativa é que um transplante de rins de porcos para humanos tenha sucesso ainda neste ano, abrindo caminho para o transplante de coração

Transplante de coração de porcos para humanos pode ocorrer ‘em três anos’
Corações de porcos são semelhantes aos de seres humanos (Foto: Tareq Salahuddin/Flickr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Humanos poderão receber transplantes de corações de porcos adaptados dentro de três anos. Essa é a expectativa de um relatório que cita o pioneiro em transplante de coração no Reino Unido, Terence English.

English, agora com 87 anos, realizou o primeiro transplante de coração bem sucedido do Reino Unido há 40 anos. Agora, segundo o médico, a humanidade estaria próxima de conseguir adaptar órgãos de porcos para seres humanos.

A expectativa é que um transplante de rins de um porco para um humano ocorra ainda neste ano. Caso a operação seja um sucesso, English acredita que também funcionará com corações.

“Se o resultado da xenotransplante [transplante de órgãos entre espécies] for satisfatório com os rins suínos para os seres humanos, é provável que os corações sejam usados ​​com bons efeitos em humanos dentro de alguns anos. […] Se funcionar com um rim, funcionará com um coração. Isso vai transformar a questão”, explicou o médico.

Mesmo assim, o médico sabe que dificuldades podem ser encontradas no campo ideológico, principalmente com defensores de direitos dos animais. Porém, English argumenta: “Se você pode salvar uma vida, isso não é um pouco melhor?”.

As pesquisas para a utilização de órgãos de porcos em humanos ocorrem há anos. O motivo é a semelhança entre um coração de porco e de um humano. Ainda em 2014, cientistas criaram um “marca-passo biológico” e passaram a testá-lo em porcos. Corações de porcos também são usados em outros experimentos na área da saúde.

As esperanças da utilização de corações de porcos para tratar problemas cardíacos humanos se fortaleceram no último mês de maio. Um estudo, publicado na revista científica Nature, mostrou que empregar um pedaço de material genético chamado microRNA-199 fez com que corações suínos, após sofrerem um enfarte de miocárdio, tivessem uma recuperação “quase completa” da função cardíaca.

“Um tratamento que ajuda o coração a se recuperar após um ataque cardíaco é o santo graal para os cardiologistas. […] Este estudo demonstra convincentemente pela primeira vez que isso pode ser realmente viável e não apenas um sonho”, destacou Ajay Shah, diretor de cardiologia da Fundação Britânica do Coração.

A esperança é que o possível tratamento seja aplicado em humanos. No entanto, mais testes são necessários. Isso porque, antes que a terapia pudesse ser testada em pacientes que sofreram problemas cardíacos, a maioria dos porcos que recebeu o microRNA-199 morreu. O motivo foi que pedaço de material genético continuou atuando de forma descontrolada.

Cerca de 900 mil pessoas vivem com doenças cardíacas apenas no Reino Unido. O enfarto do miocárdio é o principal motivo de insuficiência cardíaca, com os pacientes normalmente sofrendo com danos estruturais no coração. A aplicação do microRNA-199, com sucesso, poderia possibilitar a recuperação do órgão.

Leia também: Cientistas querem usar órgãos suínos para transplantes em humanos

Fontes:
The Guardian-Pig to human heart transplants 'possible within three years'
The Sun-Pig hearts could be used in human transplants ‘within just three YEARS’ says surgeon who performed first ever op 40 years ago

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *