Início » Economia » Internacional » Unicef identifica primeiro paciente a contrair o vírus do ebola na África
Paciente zero

Unicef identifica primeiro paciente a contrair o vírus do ebola na África

Pesquisa da entidade traça a trajetória do surto que já matou mais de 4,9 mil pessoas em todo o mundo

Unicef identifica primeiro paciente a contrair o vírus do ebola na África
Etienne Ouamouno segura seu filho Emile, primeira vítima do vírus do surto (Reprodução/YouTube)

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) anunciou ter identificado o primeiro paciente a contrair ebola. O “paciente zero” chama-se Emile Ouamouno, um menino de dois anos que faleceu em dezembro de 2013 na pequena aldeia de Guéckédou, no sudeste da Guiné. O estudo foi publicado na revista New England Journal of Medicine.

Leia mais: Exame confirma médico infectado por ebola em Nova York
Leia mais: Os impactos do ebola na economia
Leia mais: Quase cinco mil pessoas foram mortas pelo ebola, aponta OMS

A pesquisa, divulgada nesta semana, traça – desde o início – a trajetória do surto que já matou mais de 4,9 mil pessoas em todo o mundo. Segundo a Unicef, a morte de Ouamouno foi seguida pela de sua irmã mais velha e, na sequência, por outros moradores da aldeia. Entretanto, somente em março deste ano que a propagação do ebola chamou a atenção da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Quatro meses após a morte de Ouamouno, 14 pessoas haviam sido enterradas na aldeia. A localidade fica praticamente na divisa entre Guiné, Libéria e Serra Leoa, fator que permitiu o avanço do vírus a esses países, os mais afetados pela epidemia em todo o mundo.

Guéckédou foi condenada à exclusão por vilas e cidades próximas. Seus moradores permanecem reclusos em um ciclo vicioso de isolamento e intensificação da pobreza. A região, no entanto, não registra novos casos da doença desde abril.

Fontes:
O Globo-Unicef identifica primeiro paciente a contrair ebola na África

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *