Início » Vida » STF aprova pesquisas com células-tronco
Biotecnologia

STF aprova pesquisas com células-tronco

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em uma decisão histórica, o Supremo Tribunal Federal liberou, nesta quinta-feira, as pesquisas com células-tronco de embriões humanos, em uma sessão marcada por embates entre os ministros.

A decisão favorável às pesquisas foi tomada após três sessões, que renderam 20 horas de debate em plenário. O embate judicial sobre a constitucionalidade das pesquisas com células-tronco já durava três anos e tinha em lados opostos grupos religiosos e cientistas.

A Lei de Biossegurança, que permite as pesquisas com células-tronco embrionárias para fins terapêuticos, foi julgada constitucional por 6 votos a 5. Os cinco ministros vencidos liberavam os estudos, mediante restrições.

Fontes:
O Estado de S. Paulo - Supremo autoriza pesquisas com células-tronco embrionárias

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Prevaleceu o bom senso. Mas me choca cinco terem sido contra, foi por pouco…

  2. Evandro Correia disse:

    Viva a vitória da ciência sobre a ignorância e a superstição!

  3. Gilda disse:

    Sr Dorival, cinco não foram contra. Ele estavam a favor, mas com restrições, como diz o texto.

  4. Regis disse:

    Vitória da Ciência. Mas eu quero ver quem vai lucrar com essa vitória. Será que vai ser o meu vizinho paraplégico? Não. Porque esta vitória vai ser para quem tem condições financeiras. E quero ver alguém provar o contrário. Alguém pode dizer: o governo vai financiar tais pesquisas. Será? O governo não dá conta nem da saúde básica e vai financiar pesquisas com células tronco embrionárias. Quem viver, verá que aqueles que não tem condições financeiras serão excluídos deste avanço.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *