Início » Vida » Tecnologia » Ciber-ataques deixam Pentágono em alerta
Vírus

Ciber-ataques deixam Pentágono em alerta

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O exército dos EUA proibiu que pen-drives e memory sticks sejam conectados em seus computadores depois que eles foram infectados por um vírus chamado agent.btz, que é capaz de baixar programas espiões em qualquer computador com acesso à internet.

Estes dispositivos são usados pelos soldados para transportar informações do trabalho, mas também para gravar fotos e músicas. Foi assim que o agent.btz infectou os computadores do Pentágono. Agora paira a seguinte dúvida: o episódio foi um crime banal ou se tratou de algo mais sério?

Segundo uma especialista da empresa de segurança de redes VeriSign, não é certo que o vírus agent.btz tenha sido criado especificamente para atingir alvos militares, nem sequer que tenha partido da China ou da Rússia — dois países que, como se sabe, mantêm programas de ataque às redes de computadores do governo norte-americano.

Fontes:
Economist - Cyberwar: The worm turns

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Arlon Borges disse:

    Quer dizer que usar um pen-drive é perigoso? Quanto a esses cyber-ataques não tenho dúvida de que vêm da Rússia ou da China.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *