Início » Vida » Tecnologia » Fibra de carbono é a nova aposta da indústria automobilística
AUTOMÓVEIS

Fibra de carbono é a nova aposta da indústria automobilística

Carro da BMW que utiliza material leve e resistente deve ser lançado em 2013

Fibra de carbono é a nova aposta da indústria automobilística
O automóvel será construído em dois módulos (Fonte: BMW)

Por ser um material altamente resistente e bastante leve, a fibra de carbono é usada em asas de avião e partes de bicicletas de luxo. Apesar de seu alto custo, o material tem sido considerado com uma alternativa ao aço e ao alumínio, e se os planos da BMW forem bem sucedidos, a fibra de carbono pode se tornar o principal material na construção de carros elétricos.

A empresa da Bavária espera lançar um novo carro elétrico em 2013 e para aumentar seu desempenho e alcance, decidiu abolir o uso do aço. O automóvel, conhecido como Megacity, será construído em dois módulos: o chassis de alumínio conterá o sistema de direção elétrico e a bateria, e a carroceria, feita à base de fibra de carbono será encaixada nele. O material — 30% mais leve que o alumínio e 50% mais leve que o aço — quando misturado com resina se torna mais resistente que o próprio aço. O processo, longo e complexo fez com que a fibra de carbono fosse desconsiderada para a produção em massa de automóveis. Mudar esse panorama é o objetivo da BMW.

Em algum momento, porém, automóveis feitos de fibra de carbono serão descartados. Aço e alumínio são facilmente recicláveis, mas a fibra de carbono não. Fabricantes de automóveis estão trabalhando com empresas aeroespaciais numa forma de reciclagem. A BMW elaborou uma maneira de partir o material usando calor. Desta forma seria possível reutilizar a matéria-prima, criando compostos com metade de resistência da fibra de carbono original.

Outra vantagem da fibra de carbono é que ela não é degradável. Então, salvo pela vida-útil de dez anos das baterias, carros elétricos podem durar décadas. Isso dificultará ainda mais a persuasão dos fabricantes de carros que terão a tarefa de convencer motoristas a trocar seus velhos carros elétricos sem nenhum sinal de ferrugem por um novo modelo.

Leia mais:

Compostos de carbono podem aumentar vida útil das baterias dos carros elétricos

O novo carro elétrico da GM

Carros elétricos terão som para cegos

Fontes:
Economist - Manufacturing electric cars: The lighter drive

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *