Início » Vida » Tecnologia » Fusão nuclear a frio pode não ser um mito
Ciência e tecnologia

Fusão nuclear a frio pode não ser um mito

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Há 20 anos, Martin Fleischmann e Stanley Pons anunciaram que tinham conseguido produzir uma fusão nuclear a frio dentro de um laboratório, mas a notícia não se comprovou. Agora, os resultados de novas experiências apresentados em um encontro da Sociedade Americana de Química, em Utah, renovaram as esperanças no meio científico.

Se a fusão nuclear a frio funcionar, ela poderá servir como uma fonte inesgotável de energia limpa. No entanto, as pesquisas neste sentido vêm sendo deixadas de lado pela maioria dos cientistas. Os financiamentos estão se esgotando, e as pesquisas em curso são realizadas fora dos principais laboratórios.

A fusão nuclear a frio ganhou até mesmo um novo nome para tentar se desvincular de um sentimento de fracasso: "reações nucleares de baixa energia". A maioria dos cientistas acredita que a fusão a frio se trata de um feito impossível. No entanto, os pesquisadores do Space and Naval Warfare Systems Centre, dos EUA, que apresentaram os resultados de suas experiências no encontro em Utah, acreditam que estão perto de obter sucesso.

 

 

Fontes:
Economist - Table-top fusion: The beast that will not die

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. heloisa disse:

    Grande notícia! Tomara que chiitas não impeçam esta gloriosa luz pra salvação do planeta.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *