Início » Notícia » Pampers apresenta a primeira ‘smartfralda’
TECNOLOGIA

Pampers apresenta a primeira ‘smartfralda’

Empresa adota a chamada tecnologia vestível e lança fralda com sensor acoplado que avisa aos pais quando está na hora de trocar

Pampers apresenta a primeira ‘smartfralda’
Sistema rastreia atividade dos bebês por meio de sensor nas fraldas (Foto: Pampers/Divulgação)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Pampers é a mais nova empresa a adotar a chamada tecnologia vestível, através de um novo sistema chamado Lumi, que rastreia a atividade dos bebês por meio de um sensor acoplado a fraldas.

O sensor transforma a fralda em uma espécie de “smartfralda”. Isso porque ele alerta os pais, por meio de uma notificação de aplicativo, quando a fralda está molhada. Ele também envia informações sobre os horários de sono e vigília do bebê e permite que os pais acompanhem manualmente informações adicionais, como fraldas sujas e horários de alimentação. Um monitor de vídeo está incluído no sistema e integrado ao aplicativo. A Pampers não disse quanto custará o sistema, que será lançado nos EUA no próximo outono americano.

O anúncio da Pampers, uma empresa da Procter & Gamble, é um sinal do crescimento da indústria de “baby tech” – tecnologias voltadas para bebês. A Internet das Coisas, ou IoT, invadiu casas, prometendo tornar rotinas e tarefas mais eficientes. As empresas lançaram luzes noturnas inteligentes e chupetas, garrafas que rastreiam mamadas e até aplicativos para reproduzir o som dos pais. A Research and Markets prevê que o mercado interativo de monitores de bebês atingirá mais de US$ 2,5 bilhões até 2024.

Mas com o aumento das opções de tecnologias voltadas para bebês e crianças pequenas, os pais também precisam tomar decisões sobre o quanto de tecnologia usar quando procuram criá-las em um mundo cada vez mais conectado.

“Mesmo uma criança merece um pouco de privacidade”, disse Julie Lythcott-Haims, autora do livro best-seller “How to Raise an Adult”.

De fraldas inteligentes a mídias sociais, os pais de hoje estão lidando com uma crescente onda de preocupações com a privacidade, desencadeada pela ampla conectividade de dispositivos. Postar fotos, acompanhar o desenvolvimento delas em um aplicativo ou até mesmo pesquisar informações sobre suas condições de saúde pode ajudar empresas de tecnologia a desenvolverem perfis digitais que possam acompanhar essas crianças pelo resto de suas vidas.

Lythcott-Haims disse que os pais devem proceder com cuidado ao avaliar os mecanismos de coleta de dados para uso em seus filhos, mesmo nos primeiros estágios da vida. Acompanhar um bebê muito de perto também pode se transformar em algo não saudável.

Lumi não é o primeiro dispisitivo em fraldas de alta tecnologia. Em 2016, a Alphabet registrou uma patente para “um sensor de fralda para detectar e diferenciar fezes e urina”. No ano passado, a Huggies fez uma parceria com a empresa coreana Monit para lançar um sensor inteligente de fraldas na Coreia e no Japão.

Fontes:
The Washington Post-Baby’s first smart diaper: Pampers takes ‘wearables’ to a whole new level

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *