Início » Vida » Tecnologia » Sexo, mentiras e a internet
Educação

Sexo, mentiras e a internet

Você sabe como proteger seus filhos da pornografia e outros conteúdos ruins que estão disponíveis na Web?

Até pouco tempo atrás, era mais fácil. Podia-se bloquear o acesso a sites indesejados. Mas agora que cada vez mais os jovens estão circulando com celulares que dão acesso à rede, é impossível para os pais controlar os filhos. Existem sites e até livros com aconselhamento para os pais. Alguns conselhos:

– peça para ver os amigos online das crianças

– visite o perfil dos filhos nos sites de relacionamento

– convença-os a adotar pseudônimos que não indiquem seu sexo

– convença-os a nunca divulgar qualquer informação pessoal.

Fontes:
Economist - Sex, lies and the internet

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Prilidiano Pueyrredón disse:

    A internet é um antro de pornografia e maníacos sexuais.

  2. Markut disse:

    A internet é um espetacular meio de comunicação, que veio para ficar.
    Como em toda a atividade humana, o bom ou mau uso fica dependendo de uma regulamentação para valer , estabelecendo limites e penalidades.
    A verdade é que,ainda hoje, há uma grande vulnerabilidade e impropriedades, no seu uso, obrigando o internauta, não deslumbrado, a proceder a uma desanimadora faxina, a fim de separar o bom (pouco) do ruim(muitíssimo).
    São toneladas de lixo eletrônico, de dificil descarte e extremamente danosos, do ponto de vista social e educacional.

  3. cecília disse:

    Temos que aplicar na vida os conselhos de Calvino que diz que a arte de viver está em conseguir dentro do inferno que nos rodeia, ver o que não é inferno e dar-lhe espaço.

  4. dutra disse:

    Sjamos sinceros, ñ tem geito de conter isso, senão com a ajuda governamental de bloquear tais páginas como ocorre na China, mas até mesmo isso esbarraria na chamada "livre expressão". Só mesmo uma excelente base cristã e o temor a Deus na consciência e no coração de cada indivíduo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *