Início » Internacional » Vale do Silício mira música indiana
CULTURA

Vale do Silício mira música indiana

Os gigantes do Vale do Silício, apostando no boom da internet na Índia, estão se voltando para a massiva indústria fonográfica do país

Vale do Silício mira música indiana
Serviços internacionais de música começam a chegar na Índia (Foto: Pixabay)

O Facebook anunciou que assinou acordos de licenciamento com algumas das maiores gravadoras da indústria cinematográfica da Índia, também conhecida como Bollywood. As ofertas permitirão que os usuários indianos do Facebook e Instagram adicionem músicas às suas postagens.

O anúncio vem dois dias depois do Google lançar o YouTube Music na Índia. A versão de streaming de música da plataforma de vídeo, lançada nos Estados Unidos no ano passado, cobra aos usuários indianos apenas 99 rúpias (US$ 1,50) por mês por um serviço sem anúncios. Isso é um pouco mais barato do que o Spotify, que foi lançado na Índia no final do mês passado com um preço de 119 rúpias (US$ 1,65). Ambos os serviços são mais baratos na Índia do que nos Estados Unidos.

Os usuários indianos de outro serviço de streaming do Google, o Google Play Music, terão acesso automático ao YouTube Music, informou a empresa. O mercado de fãs de música indiana – como o da internet em geral – está ficando cada vez mais lotado. Além de rivais globais como Spotify, Apple e Amazon, o mercado indiano conta com players locais como Gaana, apoiado pela gigante chinesa Tencent (TCEHY), e JioSaavn, de propriedade do homem mais rico da Índia, Mukesh Ambani.

Eles são todos atraídos pelos 560 milhões de usuários de internet da Índia, perdendo apenas em número para a China.  O YouTube já domina o mercado indiano de vídeos e sua participação está crescendo. A plataforma revelou no ano passado que tem 245 milhões de usuários ativos mensais na Índia. O streaming de vídeo representa 75% do tráfego de dados móveis do país, de acordo com o Google.

A maior gravadora de Bollywood, a T-Series, é uma das gravadoras que licenciaram sua música para o Facebook nesta semana. Também assinou um contrato com a Spotify antes do lançamento da empresa na Índia. “Um vídeo com música e letras se conecta com bilhões de pessoas na Índia e no planeta… e onde eles se conectam? Mídias sociais”, disse o presidente da T-Series, Bhushan Kumar, em um comunicado. A gravadora já é um dos maiores players do YouTube e está desafiando o PewDiePie da Suécia a se tornar a conta mais assinada da plataforma.

Fontes:
CNN-Bollywood music is Silicon Valley's next target

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *