Início » Vida » Ciência » Uma doença misteriosa continua a provocar controvérsias
Síndrome da fadiga crônica

Uma doença misteriosa continua a provocar controvérsias

Alguns pesquisadores dizem que, na verdade, é um espectro de doenças

Uma doença misteriosa continua a provocar controvérsias
Até mesmo o nome suscita polêmica entre pacientes e grupos interessados em pesquisar mais sobre a doença (Reprodução/Internet)

A síndrome da fadiga crônica (SFC) é uma doença que priva suas vítimas de concentração, sono e, como o nome sugere, de energia. Mas sua causa é um mistério. As hipóteses incluem a consequência de longo prazo de uma infecção viral, algum tipo de reação autoimune, ou uma espécie de depressão. Alguns pesquisadores dizem que, na verdade, é um espectro de doenças; outros argumentam que essa noção é vaga demais e poderia ser atribuída também a outras doenças não especificadas com sintomas semelhantes.

Até mesmo o nome suscita polêmica entre pacientes e grupos interessados em pesquisar mais sobre a doença, porque sugere que os doentes são preguiçosos ou precisam de um bom cochilo. Atualmente, a SFC tem sido associada à encefalomielite miálgica, sem dúvida uma designação mais precisa do ponto de vista médico e, portanto, uma indicação implícita que acausa da síndrome foi pesquisada e descoberta.

Porém essa premissa é falsa. A dualidade de nomes reflete uma controvérsia ideológica se as causas da SFC são fisiológicas oupsicológicas. Entre os pacientes e os grupos interessados no estudo da doença existe, há muito tempo, um ressentimento em relação à ideia que a síndrome é puramente psicológica.

Fontes:
The Economist-Fear to tread

2 Opiniões

  1. Iva disse:

    É verdade, Regina, eu tinha também essa informação, e havia esquecido. E tomar levedura de cerveja (uma das melhores fontes de vitaminas do tipo B) melhora muito os sintomas.

  2. Regina Caldas disse:

    Durante toda minha vida soube que estes sintomas são falta de B12.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *