Bagnaia segura Aleix Espargaró e lidera TL3 da MotoGP no GP da Itália – Notícia de MotoGP – Grande Prêmio

imagem28-05-2022-09-05-13 HOMENAGEM JUSTA OU DESNECESSÁRIA? MOTOGP APOSENTA #46 DE ROSSI EM MUGELLO

O TL3 da MotoGP neste sábado (28) foi cheio de trocas de posição. E Francesco Bagnaia não se deixou levar por uma queda logo no início da sessão. Pelo contrário, foi encaixando as voltas, chegou a 1min45s393, batendo o tempo de Aleix Espargaró e deixando o #41 0s276 atrás.

Com o piloto da Aprilia em segundo, Luca Marini fez excelente treino para fechar o top-3. Johann Zarco e Marco Bezzecchi apareceram na quarta e quinta posições, respectivamente.

WEB STORYComo está o grid da MotoGP para a temporada 2023?

MotoGP 2022 Itália Mugello Sexta Ducati Francesco BagnaiaFrancesco Bagnaia liderou o TL3 (Foto: Divulgação/MotoGP)

Fecham as dez primeiras posições do TL3 e, portanto, vão direto ao Q2: Enea Bastianini, Jorge Martín, Pol Espargaró, Takaaki Nakagami e Fabio Quartararo. Grandes nomes como Marc Márquez, Jack Miller, Joan Mir e Álex Rins, por exemplo, vão ao Q1 para disputar as duas últimas vagas.

A classificação da MotoGP para o GP da Itália, em Mugello, acontece neste sábado (28), às 09h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

Confira como foi o TL3 da MotoGP em Mugello:

O terceiro treino livre da MotoGP começou mais uma vez quente. A temperatura chegava aos 25°C, com a pista alcançando os 34°C. Assim que a luz verde surgiu, os pilotos partiram para a pista.

O tempo a ser batido nos treinos era de Aleix Espargaró, o qual ele alcançou no TL2 da última sexta-feira: 1min45s891. Antes mesmo dos tempos começarem a ser marcados, Marco Bezzecchi foi o primeiro a ir ao chão. Já o primeiro ponteiro do TL3 foi Miguel Oliveira com 1min47s995. Enea Bastianini, no entanto, bateu o tempo do piloto da KTM para chegar um pouco mais perto de Aleix: 1min47s054.

Pol Espargaró reiterou que a Honda precisa melhorar no fim de semana (Vídeo: MotoGP)

Atrás do italiano da Gresini, Takaaki Nakagami e Fabio Di Giannantonio vinham atrás. Brad Binder e Francesco Bagnaia eram quarto e quinto, respectivamente. Foi quando o piloto de testes da Ducati, Michelle Pirro, tomou a ponta, mais uma vez mostrando um bom ritmo: 1min46s956. Isso até o Espargaró mais velho ir à liderança com 1min46s906.

Contudo, o top-10 para a entrada direta ao Q2 na classificação ainda não havia sido alcançado. Quem chegou um pouco mais perto foi Álex Rins, mas ficando apenas na 14ª posição dos tempos combinados com 1min46s885 — e na liderança do TL3, obviamente. Nesse meio-tempo, Francesco Bagnaia foi o segundo a sofrer forte queda na curva 12, embora tenha levantado sem muitos problemas.

Queda de Pecco no TL3 (Vídeo: MotoGP)

Jack Miller foi o próximo a tomar a ponta da sessão com 1min46s776, mas ainda longe de seu tempo de sexta-feira, sobretudo da marca da moto #41. O australiano logo baixou para 1min46s347, a 20 minutos para o fim.

Maverick Viñales encaixou volta voadora e, além de saltar para a liderança com 1min46s121 — a 0s226 de Miller —, também foi para a terceira posição dos tempos combinados. Quem ia melhorando também eram Enea Bastianini, Luca Marini e Fabio Quartararo. Todavia, o responsável por superar Viñales foi Bagnaia, que baixou para 1min45s393 — colocando vantagem de 0s498 sob Espargaró —, marcando o melhor tempo das três sessões.

Volta que levou Bagnaia à liderança (Vídeo: MotoGP)

Atrás de Pecco e Maverick, Bezzechi, Marini aparecia em terceiro no TL3 com 1min46s155. Johann Zarco era o quarto, e Bastianini, quinto. Na tabela dos combinados, a dominância da Ducati era bem imposta: sete motos no top-10, ao lado de duas Aprilia e uma Yamaha, a de Quartararo. Nakagami foi quem colocou uma Honda nesse grupo, ao anotar 1min45s999.

A um minuto para o final, pouco mudou: Bagnaia seguiu na liderança, com Aleix logo atrás e Marini fechando o top-3. Quem sofreu queda na última volta, no entanto, foi Bastianini, na tentativa de roubar a posição do italiano da Ducati.

MotoGP 2022, GP da Itália, Mugello, TL3:

1 F BAGNAIA Ducati 1:45.393  
2 A ESPARGARÓ Aprilia 1:45.669 +0.276
3 L MARINI VR46 Ducati 1:45.762 +0.369
4 J ZARCO Pramac Ducati 1:45.767 +0.374
5 M BEZZECCHI VR46 Ducati 1:45.853 +0.460
6 E BASTIANINI Gresini Ducati 1:45.860 +0.467
7 J MARTÍN Pramac Ducati 1:45.879 +0.486
8 P ESPARGARÓ Honda 1:45.880 +0.487
9 T NAKAGAMI LCR Honda 1:45.999 +0.606
10 F QUARTARARO Yamaha 1:46.032 +0.639
11 M VIÑALES Aprilia 1:46.060 +0.667
12 Á RINS Suzuki 1:46.064 +0.671
13 F DI GIANNANTONIO Gresini Ducati 1:46.116 +0.723
14 M OLIVEIRA KTM 1:46.154 +0.761
15 J MILLER Ducati 1:46.169 +0.776
16 J MIR Suzuki 1:46.337 +0.944
17 A MÁRQUEZ LCR Honda 1:46.363 +0.970
18 F MORBIDELLI Yamaha 1:46.483 +1.090
19 B BINDER KTM 1:46.500 +1.107
20 M PIRRO Ducati 1:46.557 +1.164
21 M MÁRQUEZ Honda 1:46.577 +1.184
22 R FERNÁNDEZ Tech3 KTM 1:46.739 +1.346
23 R GARDNER  Tech3 KTM 1:46.939 +1.546
24 D BINDER RNF Yamaha 1:46.963 +1.570
25 A DOVIZIOSO RNF Yamaha 1:47.023 +1.630
26 L SAVADORI  Aprilia 1:47.046 +1.653

LEIA TAMBÉM# MotoGP cita tensão geopolítica e cancela GP da Finlândia na temporada 2022Biaggi é incluído no rol das Lendas da MotoGP em cerimônia em MugelloMárquez pede equilíbrio com tecnologia e diz: “Piloto deve fazer a diferença”

imagem28-05-2022-09-05-14 MOTOGP CUMPRE 1/3 DA TEMPORADA 2022 COM BASTIANINI E GRESINI EM EVIDÊNCIA Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.