Voltz quer radares nas motos e scooters em 2023

A Voltz é uma marca de motos e scooters elétricas brasileira, sediada em Recife e que vem se destacando por seus produtos sofisticados e visão moderna de um mercado de duas rodas eletrificado no Brasil.

Agora, a Voltz quer ir além de introduzir um nível de segurança em suas motos só vista em marcas premium, como BMW, Ducati e Triumph, por exemplo.

Focando na tecnologia, a Voltz quer implantar em suas motos elétricas um sistema de radar de ponto cego e monitoramento da via até 2023.

Como se sabe, a Voltz tem dois modelos, a street EVS e a scooter EV1 Sport. Recentemente, a marca pernambucana lançou o triciclo utilitário elétrico Miles para entregas urbanas sem emissão de CO2.

Assim como em carros modernos, a Voltz quer instalar o pacote de sistemas chamado ADAS (Advanced Driver Assistance System), normalmente citado em modelos com controle de cruzeiro adaptativo, alerta de faixa, alerta de colisão e de ponto cego, entre outros.

Esses dois últimos são os que a Voltz está interessada. Usando radares e câmeras, a marca quer um pacote de assistência ao piloto para evitar acidentes.

LEIA TAMBÉM:

David Stanete, diretor de tecnologia da Voltz, explicou: “Enquanto nos carros, o futuro aponta para cada vez mais um isolamento do motorista do mundo externo, com diversas tecnologias autônomas, os motociclistas não podem se desligar nunca”.

O executivo romeno comenta que a tecnologia promete “vigiar” o trânsito ao redor da moto. Stanete comentou: “Em um trânsito louco, como o de São Paulo, por exemplo, esses sistemas podem evitar muitos acidentes”.

A Voltz usará três radares, sendo um frontal e dois traseiros para cobrir os campos fora da visão do motociclista. Como exemplo, a Triumph Tiger 1200 usa apenas um traseiro, sobre a diminuta lanterna em LED.

Inicialmente, o pacote ADAS da Voltz apenas alertará o condutor sobre a aproximação de veículos, porém, a ideia é que no futuro o sistema possa fazer mais pelo motociclista.

Stanete fala de sistemas ativos de aceleração e frenagem, o que contribuirá ainda mais para a segurança veicular sobre duas rodas.

[Fonte: Infomoto/UOL]

COMPARTILHE

TwitterFacebookWhatsAppLinkedIn

Fonte: www.noticiasautomotivas.com.br/voltz-quer-radares-nas-motos-e-scooters-em-2023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.