Miller mantém status, mas dá passo atrás com ida para KTM na MotoGP – Notícia de MotoGP – Grande Prêmio

imagem15-06-2022-00-06-09

Jack Miller definiu o futuro na MotoGP: nos próximos dois anos, o australiano vai defender a KTM, uma marca para qual já trabalhou nos anos da Moto3. Embora o acordo com os austríacos sirva para mantê-lo com o status de piloto de fábrica, a ida para a casa de Mattighofen pressupõe uma importante mudança na carreira do #43.

Juliana Tesser avalia que Miller mesmo encontrando um novo e interessante rumo na carreira na classe rainha no Mundial de Motovelocidade, dá um passou atrás, já que deixa a Ducati, que é uma das melhores motos do grid, por uma que ainda peca pela irregularidade. Embora a RC16 já tenha rompido a barreira das vitórias, os triunfos foram muito esporádicos e circunstanciais e as experiências anteriores mostram que Jack terá uma dura adaptação pela frente.

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 19 de junho, para o GP da Alemanha, em Sachsenring, décima etapa da temporada 2022. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

LEIA TAMBÉMPol Espargaró analisa opções e aceita ‘rebaixamento’ para LCR: “Não é um problema”# Yamaha reitera confiança em Morbidelli e diz: “Nunca pensamos em dispensá-lo”# Espargaró admite culpa e explica erro na Catalunha: “Aqui é diferente, me enganei”# Quartararo se põe impecável e dá passo firme no campeonato em dia de revés de rivais# Rins critica pilotagem de Nakagami e detona direção de prova: “Fora do nível da MotoGP# Suzuki culpa Nakagami e contesta comissários: “Inaceitável considerar acidente de corrida”# Oliveira nega acerto, mas admite “pequena reunião” com Gresini: “Queríamos nos conhecer”

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.