Pedersen revela "empolgação máxima" com primeiro teste na Indy – Notícia de Indy – Grande Prêmio

imagem23-06-2022-18-06-25

AZAR E ERICSSON ATRAPALHAM, MAS PALOU SEGUE NA BRIGA NA INDY 2022

Benjamin Pedersen vai fazer seu primeiro teste em um carro da Indy na próxima segunda-feira (27) com a Juncos Hollinger no circuito curto de Sebring. O americano é atualmente o terceiro colocado na classificação da Indy Lights e revelou que já divide seu foco entre a competição e as negociações para ter uma vaga na Indy em 2023.

“O nível de empolgação não poderia ser maior. A empolgação é máxima, mas, ao mesmo tempo, tenho que balancear as coisas porque tenho um trabalho este ano na Indy Lights de maximizar tudo o que posso com a equipe. Então, esse é o meu foco principal no momento, mas, se eu dividir, tenho outra parte em que estou pensando no próximo ano, onde o plano é 100% estar na Indy”, afirmou Pedersen em entrevista ao site Racer.

“Estou pensando em como posso estar o mais preparado possível para isso. Eu tento pensar nisso separadamente do meu ano atual na Indy Lights, sem que as duas coisas entrem em conflito uma com a outra”, explicou o americano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Indy Lights 2022, Road America, Benjamin PedersenBenjamin Pedersen mira a Indy já em 2023 (Foto: IndyCar)

Pedersen já acumulou nove pódios em um ano e meio na Indy Lights e vem se aproximando cada vez mais do sonho de disputar a Indy. Em 2022, ele tem sido figura frequente no paddock, quase sempre acompanhando as atividades da Foyt. Essa vivência tem ajudado o jovem de 22 anos a já ir se preparando para uma mudança de cenário.

“Não há melhor maneira de se preparar para a Indy no próximo ano do que começar a testar e estar no paddock, nos estandes das equipes para se envolver e ver tudo na Indy. Isso me deu ainda mais foco na perspectiva de pilotagem, na estratégia, nos pitstops e em todas as coisas que são adicionadas ao que faço agora na Indy Lights”, disse Benjamin.

Por enquanto, o foco segue sendo na Indy Lights e em conquistar uma primeira vitória que teima em não vir. Já são cinco segundos lugares para o americano, três em sete corridas neste ano. O piloto da HMD Motorsports não se pressiona, mas sabe que precisa começar a vencer se quiser brigar pelo título da categoria.

LEIA MAIS: McLaren anuncia permanência de Rosenqvist, mas sem especificar categoria

Indy Lights 2022, GP de Detroit, Benjamin PedersenBenjamin Pedersen ainda não venceu na Indy Lights (Foto: IndyCar)

“Isso não pesa para mim, mas eu realmente quero vencer. Estamos trabalhando muito para isso, mas aceitamos como é e acho que se você tratar assim, você subconscientemente ajuda os resultados a virem com esse processo. Todo o meu foco permanece apenas em como conquistar a vitória”, concluiu Pedersen.

O sueco Linus Lundqvist lidera com folga a Indy Lights após sete etapas com 315, com o americano Sting Ray Robb na segunda colocação 82 pontos atrás. Pedersen tem 218 pontos na terceira posição. A categoria retorna no dia 3 de julho para a etapa de Mid-Ohio.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.