ZÉ RICARDO É DEMITIDO DO VASCO? 777 BATE O MARTELO

Além das muitas críticas diretas à sua gestão, o presidente do Vasco, Jorge Salgado, vem também sofrendo grande pressão interna e externa para demitir o técnico Zé Ricardo. O dirigente, no entanto, mesmo que praticamente isolado, está convicto em sua decisão de não fazer mudanças radicais no departamento de futebol antes da provável passagem de bastão para a 777 Partners, empresa que deseja gerir a SAF.

Nas últimas semanas, até mesmo alguns dos seus pares políticos manifestaram pessoalmente opinião favorável à troca de comando técnico, mas Salgado entende não ser correto tomar tal atitude faltando pouco mais de um mês para a possível venda de 70% da Sociedade Anônima de Futebol para o fundo norte-americano.

Ciente da pressão que Zé Ricardo tem sofrido no cargo, o presidente vascaíno tem procurado transmitir confiança ao treinador, assim como os jogadores, que nutrem carinho pelo comandante. O artilheiro Raniel, por exemplo, se mostra grato ao técnico pela guinada na carreira que tem conseguido dar no Vasco.

O clima, porém, é de total instabilidade. Após a vitória sobre a Ponte Preta que trouxe alívio momentâneo, o time frustrou seus torcedores com o empate em 1 a 1 com o Tombense, mesmo com o forte apoio da torcida em Muriaé (MG). Caso vencesse, o Cruz-Maltino estaria finalmente no G4 da Série B após 25 rodadas — somando a edição anterior.

Agora o Vasco tem, no próximo sábado (7), um compromisso em São Januário, contra o CSA, e o ambiente será um mix de apoio e pressão, se o resultado positivo não acontecer.

777 tem histórico de troca de técnico quando assume

No que depender do histórico recente da 777 Partners, são pequenas as chances de Zé Ricardo continuar no cargo após a provável compra da SAF do Vasco por parte da empresa.

Quando assumiu em janeiro o futebol do Genoa, da Itália, por exemplo, demitiu o técnico Andriy Schevchenko e anunciou o alemão Alexander Blessin em seu lugar.

Mais recentemente, a empresa anunciou a compra do Standard Liège, da Bélgica, e repetiu o ato, informando a demissão do técnico Luka Elsner. O auxiliar William Still tem sido o interino.

Vasco acredita em ‘passagem de bastão’ em junho

Após os sócios aprovarem, no último sábado (30) a alteração no estatuto que permite a criação da SAF, o Vasco agora se prepara para os próximos passos visando a venda da Sociedade Anônima à 777.

O clube agora aguarda a chegada da proposta vinculante da empresa — o que deve ocorrer em até três semanas — para encaminhá-la à apreciação do Conselho Deliberativo. Em seguida, uma nova Assembleia Geral Extraordinária (AGE) será convocada para que os sócios votem a proposta de venda de 70% da SAF ao fundo estrangeiro.

Os dirigentes vascaínos envolvidos na operação acreditam que toda a operação deverá ser concluída na segunda quinzena de junho.

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.