Cauã Reymond recorda tempo em que viveu nos EUA: 'Trabalhava pra car*' – POA SHOW

O ator , 42 anos, afirmou ter tido problemas com a lei enquanto viveu nos Estados Unidos, no ano 2000. Em entrevista ao podcast “Podpah”, ele contou que enfrentou dificuldades durante sua estadia em Nova York, aonde se mudou para estudar e sobrevivia dando aulas de jiu-jitsu.

“Trabalhava pra car*, ganhava 20 dólares só. Tinha que escolher o que eu ia comer. Passei duas noites na cadeia com um amigo por causa de uma caixa de barra de proteína”, contou Cauã aos apresentadores da atração, Thiago Marques e Igor Cavalari.

Relacionadas

Na sequência, ele explicou como se deu a prisão. “Meu amigo entrou numa de roubar uma caixa de proteína porque a gente não tinha muita comida. Eu falei: ‘não faz isso’. A gente pagou 100 dólares de fiança (para deixar o cárcere). Isso foi antes do (atentado terrorista ao World Trade Center, em) 11 de setembro (de 2001), então não deu nada”.

Cauã relatou também o episódio de preconceito que vivenciou da parte de uma jovem com quem se relacionou nos EUA. “Eu namorei uma menina que era irlandesa. Ela me dizia que, se fosse me apresentar para o pai dela, eu seria preto. Mas, nos Estados Unidos, eu também não era branco.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.