Chevrolet Tracker feito na argentina vai complementar produção brasileira | Quatro Rodas

O Chevrolet Tracker começará a ser fabricado na Argentina em julho e de será enviado ao Brasil, como forma de complementar a oferta do SUV compacto por aqui. Essa estratégia de complementação foi adotada no passado para o Chevrolet Classic. 

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

A montadora fez mistério no comunicado oficial, dizendo apenas que a fábrica de Santa Fé irá produzir o “novo SUV de alto valor agregado”. Até então, o Tracker tem produção local, apenas na fábrica de São Caetano do Sul, no ABC paulista. 

Segundo a Motor1 Argentina, o nome do Chevrolet Tracker foi mencionado em reunião realizada na Cúpula das Américas, em Los Angeles, da qual participaram Shilpan Amin, presidente da GM Internacional, Alberto Fernández, presidente da Argentina, Sergio Massa, Presidente da Câmara dos Deputados e Sergio Cafiero, Ministro das Relações Exteriores argentino. 

fábrica da general motors em são caetano Até agora, a GM do Brasil não divulgou se a importação de modelos argentinos irão afetar a produção do Tracker em São Caetano Divulgação/Chevrolet

Continua após a publicidade

Junto com a produção do SUV, foi discutido na reunião um investimento de U$ 300 milhões para expandir a planta argentina, que até então fabricava apenas as versões hatch e sedã do Chevrolet Cruze. De acordo com a GM, o dinheiro investido foi destinado para implementar a tecnologia de fabricação 4.0, em uma ampliação do complexo de 50.000 m2, além da aquisição e construção de matrizes, automatismos, robôs e bens de capital de linha de produção.

Outros U$ 200 milhões também serão investidos no projeto da Tracker, esses vindos da cadeia de fornecedores da GM. Com as melhorias, a fábrica de Santa Fé aumentará sua capacidade de produção de 80.000 para 115.000 veículos por ano, dos quais 80% serão destinados para exportação.

Compartilhe essa matéria via:

Em comunicado, a GM diz que focará as exportações na América Latina, principalmente para o Brasil e Colômbia. O Chevrolet Tracker compartilhará a linha de produção com o Cruze. As primeiras unidades argentinas do SUV serão vendidas a partir do fim do ano.

   

Continua após a publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.