Top Gun: Maverick supera a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria global – Cinema com Rapadura

(Imagem: divulgação/Paramount)

O fim de semana foi histórico em Hollywood. O grande nome da vez é, de novo, “Top Gun: Maverick“. Mais de um mês após sua estreia e em meio a títulos que prometiam uma briga dura, o filme retomou a liderança do ranking estadunidense e somou US$ 30,5 milhões durante o fim de semana. Mais que isso, o longa se tornou o primeiro de Tom Cruise a superar a marca global de US$ 1 bilhão (via Box Office Mojo).

Além do impressionante US$ 1 bilhão, “Maverick” se consolidou também em definitivo como o filme mais lucrativo de 2022. Atrás dele, vêm “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura“, com US$ 947 milhões. Na era do cinema de super heróis, esse feito é certamente histórico.

Mas não apenas por isso o fim de semana foi marcante. Pela primeira vez desde 2018, quatro filmes fizeram mais que US$ 20 milhões cada nas bilheterias dos EUA. Em segundo lugar, no caso, vem “Elvis“, de Baz Luhrmann. O filme, que traz Austin Butler como o rei do rock Elvis Presley, disputou dólar a dólar a liderança do período com “Maverick”, alcançando praticamente os mesmos US$ 30,5 milhões em bilheteria doméstica. O filme chega aos cinemas brasileiros apenas em 14 de julho, e soma até agora US$ 50,5 milhões em bilheteria global.

Na terceira posição do fim de semana, dinossauros seguem fazendo um estrago considerável. “Jurassic World: Domínio” terminou o período rendendo à Universal mais US$ 26,4 milhões em bilheteria doméstica. Com um total global de US$ 746,6 milhões, o capítulo final da trilogia estrelada por Chris Pratt e Bryce Dallas Howard busca agora se tornar a terceira maior bilheteria do ano. Para tanto, precisa superar o novo “Batman“, com US$ 770,3 milhões.

A outra estreia do fim de semana americano também não fez feio. “O Telefone Negro” marcou o retorno do diretor Scott Derrickson às telonas após quase seis anos (seu último filme havia sido o “Doutor Estranho” original, de 2016). Estrelado por Ethan Hawke, o longa somou US$ 23,4 milhões, com um total global de US$ 35,8 milhões. No Brasil, o filme estreia apenas em 21 de julho.

Por fim, o quinto lugar ficou com “Lightyear“. Apesar das boas críticas e da promessa de diversão, o novo filme da Pixar não vem conseguindo levar o público aos cinemas, já que deve chegar ao streaming Disney Plus em breve. Durante o fim de semana nos EUA, a animação arrecadou US$ 17,7 milhões, levando ao total global de US$ 152,3 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.