Polícia do Michigan insinua escolher chamados por conta da gasolina | Quatro Rodas

A internet tem memória e é preciso ter cuidado com tudo que é postado e como será a interpretação das pessoas. Talvez o xerife Michael Main, do condado de Isabella, no Michigan, passe a ficar mais atento agora, depois da repercussão de uma postagem onde instruía os policiais a escolher quais demandas atender por conta da gasolina, na página oficial do departamento.

No Facebook o Xerife acrescentou: “Esgotamos os fundos orçados para combustível vários meses antes da redefinição do orçamento” e também: “Eu instruí os para que tentem gerenciar quaisquer chamadas que sejam aceitáveis por telefone”, que seriam “chamadas que não estão em andamento, chamadas sem risco de vida e que não exigem coletas de evidências ou documentação”, nada que não fosse emergencial.

Após isso, para assegurar ao cidadão que a polícia não está abandonando a cidade e que a segurança continua sendo sua prioridade, os delegados acrescentaram que “continuarão a fazer patrulhas em todas as zonas da cidade” e que “qualquer chamada que esteja em progresso com suspeitos ativos” serão respondidas pessoalmente.

Por conta da postagem, o departamento de polícia passou a receber questionamentos até da mídia nacional dos EUA, fazendo com que o xerife apagasse a publicação. Era tarde e, como sempre, a internet não esquece.

Carro de polícia de Michigan – Internet/Reprodução

Alguns veículos relataram que o orçamento do departamento é US$ 40 mil para todo o ano. A administradora do condado, Nicole Frost, relatou que 96% disso foi gasto nos primeiros quatro meses do ano, antes que o novo orçamento desse mais fundos. Segundo ela, outros comissários perguntaram se precisavam começar a trabalhar em um novo orçamento antes do tempo determinado ou até mesmo fazer emendas em vez de elaborar um orçamento antecipado.

O subxerife do condado de Saginaw, Miguel Gomez, disse que seu departamento tem US$ 30 mil negativos, por conta do preço dos combustíveis. Enquanto isso, o departamento da polícia de Michigan pediu à legislatura mais US$ 2,8 milhões para cobrir o orçamento cada vez maior.

O preço do galão de gasolina em Michigan está US$ 5,21, o que resulta em R$ 7,04 por litro na atual cotação do dólar. O CEO da ONG Michigan Municipal League, Dan Gilmartin, disse que a gasolina está afetando as cidades em curto prazo, especialmente com todo o trabalho de infraestrutura.

Continua após a publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.