Bentley voltará a fabricar carro campeão de Le Mans dos anos 1930 | Quatro Rodas

Imagine poder dirigir um zero quilômetro dos anos 30. Melhor ainda, um esportivo campeão de Le Mans de mais de 90 anos. Pois é, agora você vai poder. A Bentley vai ressuscitar o Speed Six, mais precisamente a versão de 1929 e 1930. Esse esportivo foi feito sob os moldes do Bentley 6,5 Liter, de 1926, e se destacou no mundo do automobilismo por ganhar duas vezes as 24 horas de Le Mans.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Além de vencer duas vezes uma das corridas mais importantes do mundo, foi dominante. Em 1929, o Speed Six pilotado por Henry “Tim” Birkin liderou a prova do início ao fim, alcançando incríveis – para época – 133 km/h de velocidade média e percorrendo uma distância total na corrida de 2.843 quilômetros. Um recorde que demorou quase trinta anos para ser batido.

bENTLEY sPEED SIX remake frontal – Divulgação/Bentley

Outra coisa que agradava no Speed Six era seu conforto. Antes, desempenho e comodidade não eram coisas que andavam lado a lado nos carros. Mas o fato do esportivo ter seu chassi baseado em um carro de passeio permitiu que ele tivesse rodar mais suave que os concorrentes.

bENTLEY sPEED SIX remake traseira – Divulgação/Bentley

Inclusive, ele era oferecido em mais de uma opção de chassi. As versões do Speed Six utilizadas nas corridas, por exemplo, tinham o chassi mais curto da família, com 3,35 m. Mas durante seus dois anos de produção (entre 1928 e 1930), ele também foi vendido em versões com 3,5 m, 3,56 m e 3,87 m.

bENTLEY sPEED SIX remake em movimento – Divulgação/Bentley

Claro que sua fama não ficou só por conta da estrutura. O motor seis cilindros de 6,5 litros era uma versão remodelada do modelo em que se baseava, com dois carburadores e taxa de compressão de 5,3:1, baixíssima para os padrões atuais. O resultado era a entrega de cerca de 40 cv a mais do que o 6,5 Liter, totalizando 182 cv.

Continua após a publicidade

O mais incrível é que a Bentley garante que a versão do século 21 será extremamente fiel ao clássico. Terá o mesmo tipo de motor e a mesma arquitetura de carroceria, o que fará você voltar no tempo dirigindo esse “novo-velho” esportivo, que podia – ou poderá – beirar os 200 km/h de velocidade máxima.

– Divulgação/Bentley

Para manter a fidelidade, a Mulliner, divisão de projetos especiais da Bentley, usará como molde dois Speed Six clássicos, um de 1929 e outro de 1930. O mais antigo faz parte da coleção Heritage da Bentley e é um modelo com carroceria de quatro lugares, conhecido como “Vanden Plas”. Esse, será usado, principalmente, para adquirir dados do motor l-6, de forma que seu desempenho e manuseio sejam iguais, ou até melhores, que os originais.

Cadastro efetuado com sucesso!

Você receberá nossa newsletter todas as quintas-feiras pela manhã.

Já o de 1930 é um legítimo campeão, que venceu Le Mans naquele ano e ficou conhecido como “Velho Número Três”. Além dos modelos, a empresa também usará um projeto 3D assistido por computador (CAD), que utiliza a planta original do Speed Six como referência.

bENTLEY sPEED SIX remake interior – Divulgação/Bentley

No passado, apenas 182 exemplares foram construídos pela Bentley, em sua fábrica no norte de Londres, e a nova coleção adicionará mais 12 exemplares à família. O Speed Six “Zero” de 2022 ficará exposto na Bentley, junto de outro clássico refeito, o Bower, também de 1929.

Compartilhe essa matéria via:

Cada um dos “remakes” saíra por um total de U$ 1.838.873, aproximadamente R$ 9,6 milhões na cotação atual. Mas não ache que você irá conseguir comprá-lo por esse valor. Todos os exemplares já estão pré-reservados, ou seja, é provável que em uma revenda seu preço seja ainda maior.

Continua após a publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.